A Stella, os galegos e eu

A Stella me lembra que na Espanha se fala também galego. Sim, de fato, falha minha. De qualquer modo, o artigo nem pretendia ser completo: somente uma série de exemplos.

Mas o pior é que minha família é de Goyan e eu ouvia galego o tempo todo em criança. Foi no curso secundário que aprendi que galego e português têm um tronco comum e se separaram por motivos políticos. Fiquei todo feliz de ler Martin Codax e mais umas quantas coisas.

A questão das línguas na Espanha é interessantíssima, mas não é hoje que vou escrever sobre ela. Aliás, nem tenho competência para tanto. Então, é melhor ficar calado.

EN→PTBR |Tradutor profissional desde 1970.


3 Comentarios em "A Stella, os galegos e eu"

  • Anonymous
    10/05/2007 (2:25 am)
    Responder

    e u é? significa: e onde está?
    Acho. vi isso há muito tempo.
    Stella

  • Anonymous
    09/05/2007 (4:58 pm)
    Responder

    Danilo, li o poema. Obrigada pela dica. Amo esse tipo de poesia, o cantar de amigo.

    Ondas do mar de fato
    Se vistes o meu contrato
    Ai Deus! e u é?

    Ondas do mar afora
    Se vistes mia editora
    Ai Deus! e u é?

    Ondas do mar e o vento
    Se vistes meu pagamento
    Ai Deus! e u é?

    Stella

  • Anonymous
    09/05/2007 (4:50 pm)
    Responder

    Escreve! Escreve! Escreve!
    Stella

    PS. Tenho vontade de conhecer o galego. Nossa querida Nélida Piñon me espertou o interesse durante uma palestra.


O que achou do artigo? Deixe seu comentário.

Pode publicar em html também