De qualidade e prazos

Volta a Claudia, a mesma de ontem, com mais uma carrada de perguntas, que não dá para responder de uma vez só. Por hoje, vai esta:

Qual seria o prazo ideal para traduzir certo número de laudas ou caracteres? ou, qual é o tempo normal que se leva para traduzir certo número de laudas ou caracteres? (referente à minha experiência de ter traduzido 100 laudas em 48 horas – 48 horas mesmo, sem dormir).

Meus clientes e eu temos como média 4.000 palavras de original por dia. Dá para fazer mais, claro, e muitas vezes fazemos.

Às vezes, o texto tem muitas repetições e, se você estiver usando ferramentas de memória de tradução, como, aliás, todos deveriam usar, nesses casos a produção pode aumentar muito.

Outras vezes, a gente simplesmente faz um esforço maior, talvez por ter aceitado mais serviço do que deveria. Já me aconteceu, mais de uma vez, ficar 15 ou 20 horas no computador, em razão de problemas internos aqui da casa, de algum serviço que desandou ou coisa que o valha. Isso são coisas extraordinárias, de não sei quanto em não sei quanto tempo. Não é nem deve ser a norma, mesmo que você seja jovem e resistente. Se virar norma, a conta vem, mais dia menos dia, pode ter certeza.

Tem gente que adora trabalhar de noite e costuma morcegar o tempo todo. Tenho uma amiga que toma seu “café da manhã” a meio dia, ainda de pijama e estremunhada, almoça no meio da tarde e janta a não sei que horas da noite, mas costuma ligar o computador lá pelas cinco da tarde. São preferências pessoais e os profissionais independentes, como você, ela e eu, podem se dar a esses luxos.

Entretanto, 48 horas em seguida é um despropósito e, não importa a sua capacidade, a tradução não pode ter ficado boa. Quer dizer, com esse modo de trabalhar, você está cavando para si a reputação de incompetente e, evidentemente, arruinando sua saúde.

Tenho colegas que se orgulham de traduzir dez mil palavras por dia, rotineiramente, e dizem que fazem serviços de alta qualidade. Jamais vi o serviço deles e, aliás, nem quero ver. Mas ou eles são realmente geniais, ou eu sou de uma incompetência total. Mesmo fazendo as coisas que sempre faço, que já exigem muito pouca pesquisa depois de tanto tempo de prática, nunca tive condições de manter dez mil por dia como ritmo.

EN→PTBR |Tradutor profissional desde 1970.


Sem comentarios em "De qualidade e prazos"


    O que achou do artigo? Deixe seu comentário.

    Pode publicar em html também