Epitáfio para um Tradutor

Sendo hoje o dia de finados, acho apropriado postar o “Epitáfio para um tradutor”, escrito por nosso colega Hugh Keith (a quem agradeço a permissão para republicar), com a minha capenguíssima tradução. Quem sabe você tem uma tradução melhor?

The body of xx, translator
(Like a battered hard disk
Its contents gone forever)
Lies here
Fit only for consignment to the rubbish bin
The labour of decades
Happily erased from memory
Lest the errors and infelicities
Of over-hasty completion
Return to haunt him

O corpo de Fulano de Tal, tradutor, jaz aqui (como se fora um HD velho, seu conteúdo para sempre perdido), próprio somente para o lixo.
Os lavores de décadas afortunadamente apagados da memória, para que os erros e infelicidades de uma entrega por demais apressada não voltem para assombrá-lo.

EN→PTBR |Tradutor profissional desde 1970.


2 Comentarios em "Epitáfio para um Tradutor"

  • pc
    06/11/2009 (6:35 pm)
    Responder

    O corpo de X, tradutor
    Aqui jaz
    (Qual um HD surrado
    Conteúdo para sempre perdido)
    Serve apenas para ser depositado na lata do lixo
    Décadas de labuta
    Risonhamente apagadas da memória
    Para que os erros e impropriedades
    Frutos da pressa desmedida
    Não voltem para assombrá-lo

  • Óscar Curros
    04/11/2009 (11:22 am)
    Responder

    Olá, Danilo,

    Achei muito adequado seu epitáfio. Estou escrevendo sobre a "morte do tradutor" em http://oscarcurros.blogspot.com/ e vou linkar seu post. "Linkar"… A gente se enche de pegar expressão do inglês, né?

    Abraço!


O que achou do artigo? Deixe seu comentário.

Pode publicar em html também