Está muito caro!

Faz muito tempo que não encontro o Pérsio, que conheci numa época da minha vida em que ele e eu achávamos que sabíamos inglês e éramos professores.

O Pérsio contava que um amigo uma vez lhe pediu uma tradução do inglês e ele aceitou fazer. O amigo perguntou quanto ia custa e o Pérsio, ingenuamente, disse que depois a gente via isso. Queimou a cabeça duas vezes, uma para traduzir e outra para chega a um preço que lhe parecesse “justo”. Essa história de “preço justo” é uma bobagem muito grande, mas tudo bem.

Lá num certo dia, o amigo e ele se encontraram e o Pérsio sacou da pastinha a tradução. O amigo perguntou “quanto eu te devo?” O Pérsio, sabe lá como se lhe remoíam as tripas naquela hora, deu lá o tal do preço. O amigo, sorridente, respondeu “muito caro, não vou querer.” — e o Pérsio ficou com o maço de papel na mão.

Aprenda com o Pérsio: preço e todas as outras condições a gente combina antes de começar o trabalho

EN→PTBR |Tradutor profissional desde 1970.


Sem comentarios em "Está muito caro!"


    O que achou do artigo? Deixe seu comentário.

    Pode publicar em html também