Legendagem

Escreveu a Priscila:

Meu nome é Priscila, sou estudante de Letras – Inglês pela faculdade UNIMEP – Piracicaba, e gostaria muito de alguma dica e/ou matéria que falasse sobre as traduções e legendas; o porque de algumas vezes serem bastante diferentes as traduções, as falas dos personagens, queria muito falar sobre “Traduções e legendas” na minha monografia gostaria muito que você pudesse me ajudar.

Obrigado pela mensagem, Priscila. O blogue adquire mais vida quando respondemos mensagens dos leitores.

Uma das maiores especialistas em legendagem em português é a Carol Alfaro, que, inclusive, dá aulas de legendagem a distância e já fez uma palestra grátis excelente sobre técnicas de legendagem, também a distância. Clique aqui, para conhecer melhor a Carol.

Particularmente, tenho pouco a dizer sobre legendagem, porque não é minha área (nem minha praia). Mas talvez possa abrir um caminho para você e sua monografia contanto este caso, que envolve exatamente a Carol.

Numa discussão entre tradutores, um colega apresentou algumas falas de filmes, juntamente com as legendas que ele tinha visto, e as suas próprias propostas. A Carol explicou que independentemente de sua qualidade, todas as propostas seriam recusadas porque tinham mais caracteres do que cabiam na tela. E esse é só um dos problemas enfrentados por quem trabalha com legendagem. As legendas precisam ficar um tanto de tempo na tela, porque caso contrário, muitos leitores não vão conseguir ler e ver o filme; além disso, precisam usar um vocabulário simples, porque ninguém vai consultar dicionário e porque não é possível usar notas de tradutor. E por aí afora.

Não há dúvida que há tradutores incompetentes e que mesmo os competentes cometem erros — sem contar os erros introduzidos pelos revisores, que, por bons que sejam, também têm lá suas fraquezas. Mas as restrições impostas pelas especificações do meio (que a Carol conhece mil vezes melhor que eu) são tantas, que o tradutor tem que fazer escolhas dificílimas. Na verdade, Priscila, muito do que parecem ser erros e falhas do tradutor, são soluções brilhantes para problemas complexos que escapam ao leigo que jamais teve de legendar um filme.

Tenho certeza de que você vai se divertir com o assunto.

Tem mais sobre o legendagem aqui.

Chega por hoje, amanhã tem mais.

EN→PTBR |Tradutor profissional desde 1970.


5 Comentarios em "Legendagem"

  • lalinho
    01/05/2009 (1:55 pm)
    Responder

    Valeu galera! Infelizmente é dificil achar bibliografia nesta área. Minha salvação foi ter comprado o “Conversando com tradutores – balanço e perspectivas da tradução” e o “Ensaios sobre tradução ambos são ótimos livros!

  • Danilo Nogueira
    29/04/2009 (4:14 pm)
    Responder

    Lalinho, não conheço ninguém que tenha abordado o assunto. Como eu disse, não trabalho com legendas. Mas, no teu caso, recomendo dar uma xeretada aqui http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=50302 e perguntar para a turma. Provavelmente, vale mais apena, entretanto, em vez de você procurar trabalhos alheios, comparar um legendado por fansub com um legendado “oficial”. Tenho certeza de que vai ter algumas surpresas interessantes.

  • Danilo Nogueira
    29/04/2009 (4:11 pm)
    Responder

    Boa lembrança, Amanda, de fato é um excelente livro.

  • Amanda Miranda
    29/04/2009 (3:38 pm)
    Responder

    Ola ,
    Eu sou estudante do Bacharelado de Tradução e interprete da Unip vergueiro. Tem um livro chamado Conversas com tradutores – balanço e perspectivas da tradução da Ivone C. Benedetti e Adali Sobral tem um capítulo que fala só sobre legenda. O livro é muito bom.

  • lalinho
    29/04/2009 (1:09 pm)
    Responder

    Olá, sou leitor do blog há algum tempo e só agora resolvi me pronunciar. Eu estou com um problema semelhante ao da Priscila já que também estou fazendo uma monografia nesta área e não encontro referencias. Porém o meu trabalho é voltado para a fidelidade das traduções feitas pelos fansubs em relação com as que chamados de oficiais.
    Ficaria muito grato se você conhecesse e me recomendasse alguma fonte que já abortou este tema.


O que achou do artigo? Deixe seu comentário.

Pode publicar em html também