Madame d’Anjou responde – preços nos EUA

Madame d’Anjou,

Sei que você tem clientes estrangeiros, e a minha pergunta é a respeito de preço. Estou fazendo um serviço de tradução para um cliente dos EUA. Estou fazendo tradução para língua estrangeira, usando os serviços de revisor e entregando o serviço em .pdf (fdp, na minha opinião). Qual você acha que seria um valor justo (bom, mas dentro do mercado) nessa situação?

Minha amiga,

Não posso dizer quanto você deve cobrar. Seu preço faz parte de sua estratégia de marketing e essa estratégia, não posso traçar por você. Mas posso dar algumas informações que talvez sejam úteis.

Posso dizer, por exemplo, que, pela tradução, cobro 12 centavos de dólar por palavra do original de agência e 15 centavos de dólar por palavra do original dos clientes diretos. Revisão de originais, o que também se chama “preparação de originais” (editing), cobro por hora: 40 dólares. De modo geral, se a tradução for boa, dá para revisar 1000 palavras por hora. Se a tradução for ruim, reviso mais lentamente, cobro pelo tempo gasto e aviso o cliente que o serviço estava “below standard”. Esses, aparentemente, são os preços correntes pagos nos EUA, para os tradutores que moram lá, também. Ao menos é o que me dizem meus colegas de lá de cima.

Há quem cobre mais. Há também, quem diga que cobra mais, mas não cobra. Mas esses preços são bons parâmetros, para serviços de tradutores experientes.

Nos EUA, duvido que alguém pague uma bonificação por estar traduzindo para uma língua estrangeira. Inclusive, é muito raro que alguém seja solicitado a traduzir para uma língua estrangeira, por aquelas plagas. O normal é “target language same as mother language”.

Já que seu preço vai incluir o trabalho do revisor, é necessário somar os dois valores. Como se trata de cliente direto, algo assim como, digamos, 15+4 = 19 centavos de dólar por palavra, por tradução e revisão.

Agora, você me diz que “entrega o pdf”. Isso significa que alguém faz o serviço de editoração eletrônica. Lamento muito, mas não tenho idéia de quanto isso possa custar. Eu não faço serviço de editoração eletrônica: meus clientes têm suas próprias equipes especializadas e minha participação na área se limita a fazer uma revisão de provas (proofreading), que é bem diferente da revisão de originais (editing) e que custa 1 centavo de dólar por palavra, porque toma muito menos tempo.

Não resolve seu problema, mas quem sabe ajuda.

Aliás, se você pretende fincar pé no mercado americano, deveria filiar-se à ATA (www.atanet.org) .

EN→PTBR |Tradutor profissional desde 1970.


1 Comentario em "Madame d'Anjou responde - preços nos EUA"

  • Anonymous
    22/03/2007 (8:44 am)
    Responder

    Ola!
    Parabens!
    Gostariamos muito que escrevesse em nosso portal http://www.zigbr.com sobre qualquer assunto escolha o assunto obrigado
    ficaremos muito felises com sua participação


O que achou do artigo? Deixe seu comentário.

Pode publicar em html também