Revisão de tradução automática

Um colega conta que tem recebido propostas para revisar tradução automática.

Para evitar mal-entendidos, tradução automática é aquela feita com programas tipo Babelfish, que não tem nada, mas nada mesmo, que ver com tradução feita com auxílio de Wordfast, Trados, DéjàVu, etc.

Isso dito, podemos voltar ao assunto. Então, um colega conta que tem recebido propostas para revisão de tradução automática. Um grande progresso, porque não faz muito tempo o consenso era que tradução automática se mandava para a frente com casca e tudo.

Aqui, então, o problema é quanto cobrar. Há anos estão dizendo que está para sair um programa de tradução automatizada que vai acabar com a raça dos tradutores, mas ainda estamos esperando. Entretanto, estão cada vez melhores. E nem todos são tão toscos quanto o Babelfish e o Powertranslator. Com isto e mais aquilo, uma coisa e outra, tem mais de uma agência testando esses recursos, para tentar reduzir custos, já que não têm mais como segurar a paga dos tradutores, que já anda baixa o suficiente.

Acho essa tentativa legítima. Todos, incluindo nós e nossos clientes, têm o direito de procurar reduzir custos. Eu estou agora procurando mexer numas coisas aqui no escritório para reduzir meus custos e aumentar meu lucro também. Por que os meus clientes não podem fazer o mesmo?

O fato é, por outro lado, que revisar textos traduzidos automaticamente demora mais e, portanto, deve custar mais. Se, no fim das contas, juntar tradução automatizada com revisão humana sair mais barato para a agência, sorte deles.

Mas eu não vou reduzir meus rendimentos para fazer gracinha para agência. Se aparecer pela minha frente um serviço desses, vou fazer uns testes e, em seguida, cotar um preço condizente com o tempo que vai me tomar. Esse preço vai variar desde aproximadamente o que eu já cobro por revisão de tradução humana até meu preço para fazer a tradução total do texto de novo. Posso errar da primeira vez, mas, com o tempo, vou aprender.

Aliás, mesmo quando se trata de tradução humana, vale a pena dar uma boa olhada antes de cotar um preço, porque tem uma turma por aí que é pior que o Babelfish. Mas isso já é outra história.

Obrigado pela visita e volte sempre. Agora, vou procurar atualizar este blog todos os dias com algo de interessante. Antes de ir embora, por favor, clique aqui e deixe seu comentário.

EN→PTBR |Tradutor profissional desde 1970.


3 Comentarios em "Revisão de tradução automática"

  • Wyllian Araújo
    16/10/2017 (10:47 pm)
    Responder

    Excelente texto.

  • Helena Wilke
    08/04/2015 (8:06 pm)
    Responder

    Olá,

    Meu nome é Helena Wilke, tenho 23 anos e sou formada em Ciências Sociais pela PUC-SP desde 2013. Atualmente faço mestrado em Ciências Sociais com ênfase em Ciência Política pela mesma instituição. Tenho experiência com transcrições de áudios/entrevistas, revisões de revistas e traduções, bem como com a adaptação para o padrão ABNT de trabalhos científicos. Segue em anexo meu currículo pois tenho interesse em trabalhar com vocês.

    Obrigada,
    Helena

  • Bífido
    16/03/2012 (1:03 pm)
    Responder

    Primeira vez por aqui. E muito lhe agradeço pelo comentário sobre revisão de tradução eletrônica. Não é nem um pouco mais fácil do que traduzir diretamente, realmente. É trabalheira! Um abraço y gracias.


O que achou do artigo? Deixe seu comentário.

Pode publicar em html também