Uma regra que pode ter escapado

Conheço mais de um tradutor que não sabe a diferença entre hífen e travessão, mas são entidades distintas, tanto para as regras de ortografia, como para nosso computador. Aliás, o computador tem ao menos dois tipos de travessão, de meio ou um quadratim (Alt 0150 e Alt 0151, respectivamente). Pouca gente se importa com esses detalhes, mas, como você sabe, o diabo mora nos detalhes.

Veja, agora, o que diz a antiga ortografia:

52 Travessão – Emprega-se o travessão, e não o hífen, para ligar palavras ou grupos de palavras que formam, pelo assim dizer, uma cadeia na frase: trajeto Mauá – Cascadura; a estrada de ferro Rio – Petrópolis; a linha aérea Brasil – Argentina; o percurso Barcas – Tijuca; etc.

… e o que diz a nova:

XV-7º Emprega-se o hífen para ligar duas ou mais palavras que ocasionalmente se combinam, formando, não propriamente vocábulos, mas encadeamentos vocabulares (tipo: a divisa Liberdade-Igualdade-Fraternidade, a ponte Rio-Niterói, o percurso Lisboa-Coimbra-Porto, a ligação Angola-Moçambique, bem assim nas combinações históricas ou ocasionais de topônimos (tipo Áustria-Hungria, Alsácia-Lorena, Angola-Brasil, Tóquio-Rio de Janeiro, etc.)

Áustria-Hungria sempre foi com hífen, por ser visto como substantivo composto, mas agora, a ponte que liga o Rio de Janeiro a Niterói deixa de ser Rio–Niterói, por analogia com “estrada de ferro Rio – Petrópolis”, para ser Rio-Niterói. Neste caso, de cambulhada, acaba a briga sobre se é Rio–Niterói ou Rio – Niterói, com espaços dos dois lados do travessão, porque hífen não leva espaço ao lado.

Aliás, ao que eu tenha notado, o Acordo Ortográfico nada diz sobre o travessão. Mas sobre isso falo outro dia, que preciso voltar aos nossos calotes.

Obrigado pela visita e volte amanhã.

EN→PTBR |Tradutor profissional desde 1970.


4 Comentarios em "Uma regra que pode ter escapado"

  • Danilo Nogueira
    24/10/2009 (5:30 pm)
    Responder

    Obrigado, Norma, já corrigido.

    Marcos Zattar: você tem razão, mas há programas que "se apoderam" dessas teclas e em alguns computadores pode não funcionar.

  • Anonymous
    24/10/2009 (4:15 pm)
    Responder

    Em tempo: no MS-Word, os caracteres pode ser obtidos respectivamente com Ctrl+Alt+(sinal de menos do teclado numérico) e Ctrl+(sinal de menos do teclado numérico)

    M. Zattar

  • Anonymous
    24/10/2009 (4:06 pm)
    Responder

    Danilo,

    bom post!!!

    No meu PC, a combinação Alt+0151 funcionou, mas a Alt+0152 não. Em lugar desta — que resultou em um til — consegui o quadratim por meio da combinação Alt+0150.

    Marcos Zattar

  • Norma
    24/10/2009 (12:29 pm)
    Responder

    Obrigada, Danilo! Estava justamente embatucada (palavrinha antiga, hehe!) com isso em minha tradução do francês: nas referências bibliográficas do original, quando há uma edição feita por duas editoras, usa-se hífen (Crès-Atar, por exemplo), e eu fiquei na dúvida se empregava o hífen ou o travessão. Acho feio o hífen (parece mesmo uma palavra só), mas fazer o quê?
    Abraços!


O que achou do artigo? Deixe seu comentário.

Pode publicar em html também