Vida de tradutor

Ontem, pela primeira vez desde que criei o blog, deixei de postar. Espero que isso não ocorra de novo. O fato é que sábado fui operar a primeira catarata. Postei de manhã, fiz a cirurgia de tarde. Foi tudo bem, mas fiquei meio baleado. No domingo, achei que o computador, eu e – por que não dizer? – també você, todos mereciam um descanso. Volto hoje.

Isso me lembra que um dos problemas mais graves dos tradutores independentes é ficar preparado para os “imprevistos”. “Preparar-se para os imprevistos” é autocontraditório, mas não deixa de ser uma necessidade. Pagar convênio do próprio bolso, recolher INSS pontualmente, coisas que eu nem sempre fiz, mas deveria ter feito. Tenho um bom seguro de vida e invalidez, mas, cretinamente, rejeitei a opção que me indenizava por dias parados por motivo de doença. Em mais de 35 anos, nunca precisei, mas outro dia encontrei um colega que ficou seis meses de molho e está agora numa encrenca dos diabos. Vai sair dela, tenho certeza, porque é um sujeito valente. Mas vai suar frio.

Cuide-se. As doenças atacam de emboscada, nas horas menos esperadas e a idade corre. Quando menos esperar, você está à beira da aposentadoria. Quer dizer, se tiver recolhido INSS, claro.

Antes de acabar, uma palavrinha para o Ricardo, que, num comentário aí abaixo, sugeriu que eu falasse sobre receber dinheiro do exterior. Entre amanhã e depois, iniciou uma breve série sobre o assunto.

Por hoje, é só. Amanhã tem mais.

EN→PTBR |Tradutor profissional desde 1970.


5 Comentarios em "Vida de tradutor"

  • Rodrigo
    28/02/2010 (2:40 am)
    Responder

    Oi, também traduzo. Ja trabalhei em universidades e de free-lancer, precisa de um revisor aee?rs

    • danilo
      28/02/2010 (11:07 pm)
      Responder

      Se souber acentuar as oxítonas terminadas em a, e, o, seguida ou não de s

  • Anonymous
    20/01/2007 (10:05 pm)
    Responder

    Olá eu estava lá na sua palestra de sábado pela sbs, foi muito legal com várias dicas, já que eu sou professor de inglês e pretendo fazer traduções também, também perceber que vc segue uma linha de tradução bem diferente da do outro palestrante, which by the way eu achei muito bom também, só fera valeu!! e melhora, mas cuidado a minha ví morreu de cataratas!! jogaram ela lá de cima!!… falou!!

  • Dayse
    22/12/2006 (8:41 pm)
    Responder

    Caríssimo Danilo (que hoje é de graça, porque está tudo incluído na banda larga mesmo):

    Que ma-ra-vi-lha encontrar Danilo em blog! E um blog sobre tradução. E um blog sobre tradução no estilo danilesco. Que presente de Natal!

    Está nos meus favoritos desde já e, daqui a pouco, na minha lista de blogs preferidos, no meu próprio blog.

    Parabéns, sucesso e BOAS FESTAS!!!!

    Beijão a ti e à família

  • Mônica Reis
    19/12/2006 (2:12 pm)
    Responder

    Oi Danilo,

    Espero que você já esteja 100%!!
    É verdade que precisamos nos prevenir e tal, mas….quem se lembra disso quando ainda somos jovens?
    bjo grande,
    Monica.


O que achou do artigo? Deixe seu comentário.

Pode publicar em html também